Entra ou Sai

Novembro 19, 2010

Putas ricas e putas pobres


A Poesia
É uma puta
Pobre de estrada
Mal amada
Mal divulgada
Maltrada
Escorraçada
Ao pontapé no traseiro e chapada
Na cara.

Mas outras formas de escrita
A que chamam de Literatura
São putas finas
Senhorinhas e meninas
Bem falantes
Bem letradas
Acompanhantes
Tratadas
Com pinças
Cirurgicas
E a preço de amantes.

Óh! Putas de estrada
Tendes todo o meu respeito.
Porque dais o buraco do cu
As mamas do peito
A boca
Que chamam do corpo
A boca
De comer
E beber.
Com muitos uis e ais
Muito sofrer
Alguns fingidos e outros reais.

1 Comentário »

  1. Um poema forte mas bem real!

    Beijos rapaz e extensíveis à tua prole

    Comentar por Fatyly — Dezembro 12, 2010 @ 6:18 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: